Lyrics

Quando te perdi

Procurei soletrar o teu nome

Com o meu sangue

Frágil e inerte

Tomei a liberdade de falar de ti

Passo tempos e tempos

A lembrar quem tu és… quem eu sou!?

De onde vieste?

Onde te encontrei?

Onde te encontras?

 

Tomei a liberdade de falar de ti

Para um mundo em movimento

Passa, passa…

Tu ficas… “de onde” vieste

 

Ao longe, num mar de paz seguiste viagem

Sigo a tua rota singela e despreocupada

 

Tomei a liberdade de falar de ti

Para um mundo em movimento

Passa, passa…

Tu ficas… “de onde” vieste

 

Tomei a liberdade de falar de ti

Para um mundo em movimento

 

Ao longe, num mar de paz seguiste viagem

Sigo a tua rota singela e despreocupada… como tu!

Eu sempre te amei.

You may also like…